meus20epoucosanos

meus20epoucosanos
Otv. Aline

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Ela é do tipo que não segue padrões...

Se há padrão para algum modo de viver ou de relacionar, ela é daquele tipo que não segue nenhum deles, isso de certa forma incomoda alguns outros que "vivem" de acordo com o que a sociedade espera.
Ela é do tipo que acorda às 6 da manhã, liga a TV, assiste um filme e aproveita os últimos minutinhos antes do alarme gritar... Chega a hora do banho, os pensamentos perturbadores da noite passada se transformam em trailer embaixo do chuveiro, água abraçando  lágrimas que se despedem pelo ralo.
Tempos, tempo que não espera nenhum problema se resolver, pega a roupa e vá embora, vá viver.
O sol se foi e, ela também, evitando pensamentos que se dirigem ao coração, foco e pé no chão, é o que busca antes de qualquer faísca que sinaliza paixão.
Quem disse que aos 20 e poucos anos, qualquer mulher solteira deveria casar-se, construir família, tornar uma ótima cozinheira, boa mãe, dona de casa neurótica e principalmente uma doce mulher, cheirosa, auto-estima elevada às 18:00 horas de qualquer dia útil pronta para satisfazer seu querido marido. Então, quem concorda com tal teoria?
Ela é doidinha, anda descalço pela casa, tenta dormir de meia, mas toda manhã acorda sem uma, com certeza o cachorro pegou ou o edredom engoliu em algum de seus sonhos mirabolantes.
São 24 quase 25 anos, tantas experiências doloridas, sorrisos amarelo, vontade de ficar dias e dias em sua caverna com luz elétrica. As "Amélias" que me desculpem, mas percebe o quanto contraditório essa menina/mulher é com o conceito imposto pela sociedade?
Deleta a ideia de que esse estilo (e não padrão) de mulher não encaixa no século XXI... na verdade o que não encaixa são homens estagnados, sem perspectiva de vida e sem o cordão umbilical, isso realmente não orna com ela e acredito serem alguns dos motivos que muitas preferem a independência profissional e pessoal.
Talvez o método seria: sem padrões, sem decepções, cada pessoa vive da forma quer quer, deixa o passado em seu devido lugar e foca no presente, quem sabe em alguma curva da vida ela não tromba com algum ser humano do sexo oposto diferenciado.

Aline Morena




quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Lana Del Rey - Summertime Sadness - Tristeza de Verão

Talvez amanhã...

Uma manhã na cidade grande, pessoas pra lá e pra cá a todo momento, o vento de agosto em meu rosto, as árvores cobertas pelas sombras dos altos pilares de concreto, as sirenes que apitam a preocupação, tudo e todos agitados e eu só ouço a batida do coração.
Em cada esquina que o semáforo me freia, imagino um cheiro, algo intenso que transmite desejo, ao atravessar a rua, é como se estivesse indo em direção à aquele abraço e finalmente, conseguiria desvendar o segredo do medo que tem de entregar-se a uma paixão.
Cada passo um pensamento, fios de cabelo tapando meus olhos e minha boca, vontade louca de sentir suas mãos em meus lábios, sua voz doce ao falar meu nome e a cada noite, um sonho diferente traga a esperança de realizá-los um a um...

Aline Morena



quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Rise Today - Alter Bridge [legendado]

Unicórnios não são cavalos

Ela é jovem, bonita, alegre e má quando quer, cansada de futilidade, procura ficar em casa em um final de semana do que se arrumar toda para uma simples balada, investe em séries de filmes ao invés de conversas sem conteúdo em uma mesa de bar, ela é diferente de qualquer coisa que possa imaginar, algo exótico e difícil de lidar, ela mesma diz que não gosta de conhecer o "novo", adora ficar no cantinho com um livro e um chocolate, um animal de estimação do que um cara sem noção. Será que nesse mundão há algum humano que se encaixe com essas loucuras não interpretadas? Gostos secretos, pensamentos ocultos e verdades jogadas na cara de muita gente.
Me diz, como compreender alguém assim? Deparar com uma bela mulher, cabelos lisos, saia justa e salto alto, definitivamente tiraria a concentração de qualquer sexo oposto e, assim os tais "conteúdos" não passariam de belos pares de peitos e pernas, dificílimo olhar interiormente dessa forma, não é? 
Você certamente ouviu dizer de unicórnio em alguma fase da vida, pois então, diz a "mitologia que é um símbolo da pureza, esperança, amor, poder, honestidade, alegria, liberdade e de tudo que há de bom no ser humano. O unicórnio são selvagens, para a proteção do mesmo, não podemos ver seu chifre, com isso, ele é confundido com um simples cavalo."
Entende agora o que essa mulher e ao mesmo tempo menina passa por várias transformações e não é compreendida? Porque sempre à confundem com uma simples garota de festa, interesseira e fútil, sendo assim, não há alguém de bom coração disposto a vivenciar cada momento ao seu lado, seja fácil ou difícil, claro, mais difíceis do que fáceis, pois nenhum sentimento nasce de um dia para outro.
Em plena atualidade, fica cada vez pior ser unicórnio, seria mais simples ser como um cavalo, só que a sede por desafios é maior, cresce cada vez mais, na esperança de encontrar quem sabe, um unicórnio.

Aline Morena




domingo, 9 de agosto de 2015

Sinta cada momento, não busque respostas

Já parou para pensar em quantos mínimos detalhes são feitos cada momento?
Quantas horas são necessárias para se entregar a uma paixão, atração ou desejo?
Acredita mesmo que existem respostas para cada uma dessas perguntas?
Não há certo ou errado, não há receita e nem uma rota a ser traçada quando trata-se de sentimentos, seja eles momentâneos ou intensos, desde que traga um sorriso fácil ou mude a frequência da respiração.
Permita entregar-se totalmente para cada situação, saiba que ainda existem pessoas singulares que buscam sentir-se vivo de alguma forma. Distribua amor e saiba recebê-lo.

Aline Morena