Blogger

Blogger
Morena - Autora

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Decifrando uma crise


É difícil detectar o que de fato desencadeia uma crise de ansiedade porque muitas vezes não temos “acesso” ao que gera o pânico. E é por isso que a psicoterapia se faz tão necessária, porque ela traz autoconhecimento e controle. 

Existem 3 principais tipos de gatilhos para um ataque ansioso. O primeiro deles é o espontâneo, quando “repentinamente” a pessoa se vê em meio a um ataque de pânico em qualquer lugar, sem maiores razões. O segundo se desenvolve a partir de uma pré disposição que um determinado lugar ou situação representa. Normalmente são lugares onde já ocorreram crises anteriormente. Isso acontece porque uma grande insegurança se instala e como auto defesa, a pessoa já vai “certa” de que irá ter um ataque naquele lugar ou situação novamente. E o último deles dispara frente a uma questão específica, como o caso das fobias. Apesar de distintos, todo gatilho inicia com pensamentos negativos e é com questionamento e busca por racionalização deles que cessa e enfraquece o poder e controle da ansiedade sobre nós.

Facebook: Ansiedade e Depressão




Nenhum comentário:

Postar um comentário